Fisioterapia ortopédica

Especialidade na área da reabilitação associada a um conceito de saúde, bem-estar físico,
psíquico e social.

FISIOTERAPIA innovare saúde

São utilizados recursos terapêuticos como cinesioterapia, eletroterapia, crioterapia, e terapia manual, visando auxiliar na melhora e recuperação da função, da mobilidade, e no alívio da dor, além de prevenir ou amenizar as disfunções físicas de pacientes vítimas de lesões e/ou patologias.

É uma especialidade na área da reabilitação associada a um conceito de saúde, bem-estar físico, psíquico e social. Dentre a ampla gama de subespecialidades, a fisioterapia trabalha desde uma simples lesão até uma desordem complexa, auxiliando o paciente a conquistar uma independência
funcional e melhora na qualidade de vida.

Objetivos da fisioterapia ortopédica:

 –    Promoção;

 –    Prevenção;

 –    Recuperação;

 –    Reabilitação do Paciente.

Dry needling

O Agulhamento a Seco (DN) é uma técnica caracterizada pela inserção de uma agulha filamentar sólida, sem medicação e indolor, através da pele, para tratar várias disfunções musculoesqueléticas o DN (Dry needling), conhecido também pelos termos terapia manual intramuscular no PG (pontogatilho) ou agulhamento intramuscular, é reconhecido como um procedimento terapêutico coadjuvante no âmbito da prática do fisioterapeuta.

Dry

O Agulhamento a Seco tem o objetivo de liberar/inativar os pontos-gatilhos e diminuir a dor musculoesquelética, neuropática e articular. Auxilia no controle da dor, reduz a tensão muscular, normaliza a disfunção bioquímica e elétrica de placas motoras, facilitando um retorno acelerado
da função.

O Agulhamento a Seco utilizado por fisioterapeutas é baseado na neurofisiologia, neuroanatomia e estudo científico moderno do sistema nervoso e musculoesquelético diferentemente da acupuntura que é baseada nas antigas teorias, princípios, e práticas da Medicina Tradicional Chinesa – MTC.

Ventosaterapia

A ventosaterapia é um tratamento no qual são usadas ventosas para melhorar a circulação sanguínea em um local do corpo. Para isso, as ventosas criam um efeito de vácuo, que suga a pele, resultando em um aumento do diâmetro dos vasos sanguíneo no exato local. Como resultado,
existe uma maior oxigenação destes tecidos, permitindo a liberação de toxinas do sangue e do músculo com mais facilidade.

As ventosas também podem ser utilizadas no tratamento da celulite, devido o aumento da circulação de sangue local, podendo reduzir o aspeto do FEG. Além disso, a ventosaterapia auxilia no combate da dor muscular, já que a diferença de pressão causada pelo vácuo desloca a pele do
músculo e aumenta a quantidade de sangue, tendo uma ação relaxante.

Métodos:
Deslizamentos; Estático e Sangria.

Principais benefícios incluem:

  • –    Aumento da circulação sanguínea local;
  • –    Eliminação de contraturas musculares e pontos gatilho;
  • –    Fortalece os vasos sanguíneos;
  • –    Aumentar a produção de líquido sinovial dentro das articulações;
  • –    Relaxar e acalmar o corpo e a mente.
Ventosaterapia Innovare

liberação Miofascial Instrumental

A liberação Miofascial Instrumental é uma técnica que utiliza ferramentas/instrumentos específicos como guidão, raspadores, ganchos, etc. O objetivo é gerar estímulos mecânicos nos músculos tendões e ligamentos aliviando tensões (banda tensa), melhorando a função e também acelerando a recuperação.

Os principais benefícios oferecidos pela liberação miofascial são o aumento da circulação sanguínea na região tratada aumentando a troca de nutrientes entre as células e removendo toxinas circulantes acelerando a recuperação tecidual. Além disso, a liberação miofascial quebra
as micro aderências teciduais responsáveis pela diminuição da mobilidade tecidual ajudando a melhorar a flexibilidade da região tratada.

liberação Miofascial Instrumental - Innovare

Nas tendinopatias o fornecimento de nutrientes para o tendão/ligamento acelera a reparação tecidual e reduzindo a inflamação e consequentemente a dor. Atua também na redução de dores articulares e musculares após lesões e traumas através do estímulo de células nervosas responsáveis pela transmissão das sensações de dor reduzindo sua sensibilidade aos estímulos nocivos. Melhora a circulação sanguínea nas regiões tratadas acelerando o processo de cicatrização das lesões e melhorando o alinhamento das cicatrizes do tecido reparado minimizando a chance de uma nova lesão no mesmo local.

Pode ainda ser utilizado de forma preventiva para melhorar a mobilidade/flexibilidade dos músculos e articulações prevenindo lesões que podem ser causadas por músculos rígidos ou encurtados que alteram os padrões de movimento considerados ideais aumentando as chances lesões durante a prática esportiva. Muito útil para acelerar a recuperação muscular de atletas através da facilitação da circulação de nutrientes dentro dos tecidos após a liberação diminuindo os desconfortos e sensação de cansaço após o treino ou competição possibilitando um retorno antecipado do atleta para o treino ou competição melhorando assim seu rendimento.

Bandagem Funcional

É um método utilizado em apoio à fisioterapia tradicional, sendo a ideia principal dessa técnica a estimulação tegumentar. Devido ao fato da pele o maior órgão do corpo humano e graças ao grande número de receptores, pode ser estimulada externamente, sendo dessa forma uma técnica não-invasiva.

É utilizada a propriocepção dos mecanorreceptores da pele, fazendo a estimulação por pressão e sensibilidade. Seu uso é amplo, sendo que há vários tipos de colocação, como “Y”, “H”, “I” ou “teia de aranha”, dependendo do local onde lesionado ou com banda tensa, edema podendo ser utilizado por atletas e não-atletas e havendo indicações, podendo ser aplicada desde pessoas mais jovens até idosos.

Bandagem funcional Innovare

RPG – Reeducação Postural Global

A Fisioterapia de RPG consiste em um método fisioterapêutico cuja finalidade é corrigir problemas de postura através de técnicas específicas de alongamento do tecido muscular. A sigla RPG significa Reeducação Postural Global.

O ATENDIMENTO COM A RPG
O tratamento de Reeducação Postural Global (RPG) é realizado através de atendimentos que duram, em média, uma hora cada sessão. Contudo, a duração da consulta bem como de todo o tratamento, vai depender das necessidades de cada paciente. Por isso, considera-se a RPG como um método de tratamento, totalmente, personalizado. O fisioterapeuta acompanhante (profissional apto a aplicar a RPG) inicia o tratamento com uma avaliação detalhada do quadro do paciente e, somente após essa primeira etapa, poderá direcionar o atendimento de maneira eficaz, dando início às sessões que vão ocorrer uma ou duas vezes por semana na clínica de fisioterapia. Os resultados com a RPG já podem ser percebidos a partir da primeira sessão e atingem sucesso em até 90% dos casos. O campo de aplicação é enorme e o método de tratamento deve elevar-se ao nível de complexidade de cada caso ou patologia.

EM QUAIS CASOS DEVE-SE PROCURAR PELA RPG?
A maioria das pessoas não está acostumada a se portar como deveria com o seu corpo. Posturas inadequadas no trabalho, em casa, no lazer, na escola são frequentes e com elas o indivíduo fica suscetível a uma série de patologias. Outros fatores também podem contribuir para agravar o problema, é o caso da gravidade que tende a nos comprimir, achatando músculos e articulações. Tudo isso acaba provocando um desequilíbrio do corpo e é nesse contexto que entra em ação a RPG. Diversos problemas morfológicos, articulares, traumáticos, respiratórios (asma/bronquite), somáticos (estresse, distúrbios circulares e digestivos), reumatológicos (artrite, artrose, bursite, tendinite), cervico-óculo-motores (estrabismo, cefaleias), problemas de períneo (como a incontinência urinária), sequelas de patologias neurológicas e problemas de origem esportiva que requerem fisioterapia podem ser tratados pela RPG. O método é indicado ao público mais diverso, de ambos os sexos e de todas as idades, tanto para prevenir as eventuais consequências da má postura, quanto para combater as diversas dores relacionadas a diferentes patologias: dores lombares, ciáticas, dorsais e cervicais; lesões por esforço repetitivo (LER), decorrentes da profissão ou de atividades desportivas; desvios de coluna (escoliose, hiperlordose e hipercifose); dores nos pés, punhos e mãos; dores no quadril (pubalgias); hérnias de disco; torcicolos; além de proteger contra processos degenerativos articulares. A RPG é também bastante aplicada,
atualmente, na prevenção, preparação e recuperação de atletas e na reeducação pós-traumática. O trabalho de fisioterapia manual realizado dentro da RPG ajuda a aliviar não somente a dor, como também beneficia a capacidade funcional das diferentes estruturas do corpo, o que leva a uma melhora da qualidade de vida dos pacientes. Muitos são os relatos que desde a primeira sessão há grande melhora na mobilidade e no controle da dor. Com o trabalho continuado, as funções laborais (das quais muitos se afastam em virtude dos sintomas de uma patologia) são retomadas e os resultados são visíveis, não somente na região afetada, mas no corpo como um todo. O tratamento com RPG pode ser utilizado em grande parte das patologias ou perturbações do sistema neuro-músculo-esquelético, doenças agudas ou crónicas, com ou sem sintomas. Não há contra-indicação específica para sua aplicação. A RPG tem o objetivo de prevenir e tratar lesões osteomusculares e outras alterações posturais, recorrendo a posturas terapêuticas que relaxam as cadeias musculares encurtadas por alguma lesão ou por se manterem estáticas, amenizando dores cervicais e lombares. Através da RPG, o paciente beneficia ainda do fortalecimento do tônus postural, da eliminação de tensões acumuladas por problemas emocionais, do alívio de problemas pulmonares, entre outros. Os exercícios de respiração que fazem parte das sessões de RPG são altamente favoráveis para o equilíbrio emocional e melhora da qualidade de vida do paciente. As posturas de RPG são orientadas por um fisioterapeuta, através de um tratamento individual e não tem restrições de idade, sendo indicado a pessoas de qualquer faixa etária.

Terapias Manuais

A terapia manual é uma das áreas da Fisioterapia onde o fisioterapeuta aprende a avaliar como um todo seu paciente, avaliando a dor e disfunção, detectando anormalidades do movimento e testando tecidos estruturais anatômicos. Realiza um programa de tratamento relacionado diretamente com os achados da avaliação cumprindo seu objetivo. A terapia manual não é apenas uma especialidade para utilização de técnicas de mobilização passiva, os terapeutas manuais utilizam inúmeras técnicas e procedimentos como massagem de tecidos moles, facilitação neuromuscular proprioceptiva, eletroterapia, análise ergonômica, exercícios para melhora da força,
coordenação, flexibilidade, estabilização segmentar, manipulação de alta velocidade, mobilização articular e mobilização neural.

Os Objetivos da Terapia Manipulativa são:
a) Identificar e corrigir disfunções de movimento nas articulações da coluna vertebral, membros superiores e membros inferiores.
b) Entender a relação entre as alterações do movimento normal com a má função dos componentes articulares, sistema nervoso e sistema circulatório.
c) Avaliar e corrigir desequilíbrios posturais e biomecânicos através de técnicas manipulativas, técnicas de mobilização dos tecidos e posturas de alongamento.
d) Aplicar os conceitos de fisioterapia manipulativa em todos os tipos de queixas de dores músculo-esqueléticas, reumatológicas, ortopédicas, traumatológicas.

Fisioterapia Quiropráxica (Técnicas)

É uma especialidade própria da Fisioterapia onde são empregados recursos quiropráxicos na avaliação, no diagnóstico cinético funcional, no tratamento e na prevenção das desordens mecânicas do sistema músculoesquelético e que afetam a função do sistema nervoso e da saúde em geral, promove a saúde através da liberação do fluxo neurológico pleno por meio de ajustes e/ou manipulações, principalmente da coluna vertebral. A manipulação articular é uma técnica de terapia manual utilizada para aliviar a dor, melhorando a amplitude de movimento causada por disfunções articulares, agindo principalmente nas alterações geradas sobre mecânica articular. As causas mais comumente de disfunções na mecânica articular são: dor, mecanismos de defesa muscular, derrame articular, contraturas ou aderência nas cápsulas articulares ou ligamentos de suporte, desalinhamento e subluxação das superfícies ósseas, e para que a mobilização articular seja eficiente e segura, é necessário que o terapeuta tenha conhecimento sobre a anatomia, a artrocinética, a osteocinemática e os mecanismos neurofisiológicos musculoesqueléticos. Diversas outras técnicas e/ou recursos fisioterapêuticos podem ser agregados à Fisioterapia Quiropráxica, potencializando ainda mais os resultados. Isso faz do Fisioterapeuta um profissional altamente qualificado para tratar as mais diversas afecções neuro-músculo-esqueléticas.

Agende uma consulta

Copyrights 2016 © Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp chat